segunda-feira, 16 de abril de 2018

Focaccia de Salmão Fumado & Rúcula

Já abordei aqui no blog que faço parte de um grupo de cozinheiras, com ou sem blog, no Facebook. O interessante deste grupo continua a ser o facto de colocar desafios a quem dele faz parte, embora por vezes sinta que as pessoas só o querem usar para publicitar o seu blog ou quiça os seus serviços.
A menina que "gere" este grupo desafiou-nos a fazer uma receita de um livro que ela tinha lá em casa. Cada uma escolhia uma página e puff, a receita que nos saísse tinha que ser concretizada.

Eu escolhi uma das última página do livro, em que a receita se intitulava "Preguiça de Domingo". Quando a li, achei que embora fosse boa, eu tinha que a tornar ainda melhor e, acima de tudo, minha. O resultado desta aventura, que demorei a encontrar um nome, ficou simplesmente soberbo, em que não sobrou pedaço para contar história, obrigando-me a mim esta semana a correr pelo menos mais 2 km para compensar as calorias (excessivamente), ingeridas.

Do original para a Ni, eis os ingredientes que devem ter à mão:
Para a massa (podem comprar feita)
* 500 g de farinha
* 1 pacote de fermento de padeiro Vahiné 
* sal q.b.
* 1 colher de sopa de azeite
* 200 ml de água

Para o recheio:
* 100 g de tomate cherry fresco
* 100 g de cogumelos frescos
* 1 pimento baby amarelo
* 1 colher de café de alho em pó
* 150 g de salmão fumado 
* 3 colheres de sopa de natas 
* mozarella q.b.
* azeitonas q.b descaroçadas e às rodelas
* azeite q.b.
* tomilho ou outra erva para aromatizar.



Começar pela massa: dissolve o fermento nos 200 ml de água morna. Faz um buraco no centro da farinha e coloca o sal fino e a colher de azeite. Com ajuda de um garfo, vai misturando a água com a farinha até que forme uma massa. 
Amassa e deixa repousar cerca de 30 minutos, coberta com um pano. 
Após, estica a massa com um rola e deixa que fique com cerca de 0,5 cm a 1 cm de espessura. Pica com um garfo e leva ao forno, pré aquecido a 190º por 5 minutos.

Enquanto isso, prepara o recheio!

Numa frigideira ou wok coloca o tomate partido em gomos, os cogumelos e o pimento. Tempera com sal e pimenta a gosto e deixa refogar entre 5 a 10 minutos. 

Quando estiver pronto, retiras e vertes o preparado sobre a tua base de focaccia, que já se encontrará ligeiramente dourada. 

Dispões o salmão fumado, acrescentas as azeitonas, cobre com mozarella e vertes as natas.
Polvilha com tomilho e forno a 220º por mais 10 minutos.



E está pronta...

Serve com rúcula e saboreia...

Nhamiii



Bom apetite...Ni

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Lombo de Salmão c/ Alho & Mel

Cá em casa comer peixe é sempre uma grande aventura. O Tobias não é de todo fã, muito por não ter sido habituado a comer de tudo quando pequeno, enquanto que eu trocaria qualquer suculento bife por um peixinho de mar, rio, seja do que for, aparecesse ele cozinho, grelhado ou assado, "marchava" com uma facilidade tremenda.

Desde que vivemos juntos (e já lá vão uns aninhos) que a minha árdua tarefa tem sido mudar os hábito alimentares do "menino", incluindo na sua dieta diária o consumo de peixe e moluscos, fazendo o esforço quase que titânico de, pelo menos duas vezes por semana, o nosso jantar ser dos habitantes dos mares e rios.

Assim sendo, um dos peixes que encontramos mais em conta nos nossos supermercados é o Salmão, que eu adoro aos lombos e como tal, para que não seja sempre feito da mesma forma, decidi pesquisar novas modalidades de confeccionar, acrescentando o meu gosto pessoal. Aqui vos deixo, talvez, o meu melhor prato de salmão, que recomendo vivamente e a maior vantagem é que precisas de 20 minutos para ficar pronto.

Ingredientes:
* 2 lombos de salmão
* 2 a 3 colheres de sopa de mel
* 1 colher de sopa de água quente
* 1 colher e meia de sopa de vinagre de cidra
* 1 colher de sopa de azeite
* 4 dentes de alho picados
* 1/2  limão cortado em gomos (e sumo de meio limão)
* sal, pimenta & cebolinho q.b.

Começa por temperar o salmão com sal e pimenta preta.

Numa taça colocas o mel,  o vinagre e o sumo de limão..Acrescentas a colher de água quente e mexe até ficarem bem combinados.

Numa frigideira anti-aderente, azeite e os lombos de salmão a grelhar, quase até ficarem prontos (de ambos os lados). Acrescentas o alho picado até alourar e por fim a mistura de mel e os gomos de limão. Deixa fervilhar até ficar "peganhento". 

Retira e serve acompanhado com um salteado de legumes.

Devo dizer, mesmo parecendo convencida, que ficaram absolutamente divinais...




Ni



terça-feira, 10 de abril de 2018

Bolo de Pêra & Mel

Eu não gosto nada de pêras maduras! É daquelas frutas que quando fica mais "amarela", mais suculenta, em vez de comer tenho a triste (e má tendência) de as deitar fora. Cansada de desperdiçar comida (além de que acho um crime), decidi olhar para as minhas invenções com maças e adaptar às pêras. Resultado: um bolo delicioso, em que o açúcar deixa de ser rei e o mel faz com que fique com a doçura para os paladares mais gulosos. 

Ingredientes:
* 125 g de manteiga 
* 2 colheres de sopa de açúcar amarelo
* 4 colheres de sopa de mel (mais uma não faz nenhum)
* 2 pêras, maduras
* 200 g de farinha
* 1 colher de chá de fermento
* canela & açúcar em pó q.b. 

Primeiro, untar forma e ligar o forno a 180º.

Depois, separar gemas das claras e bater estas últimas em castelo (deixa repousar). Na taça misturadora colocas a manteiga derretida com o açúcar, até obter um creme. Acrescentas o mel, seguindo-se as gemas, uma colher de chá de canela e por fim a farinha, peneirada, juntamente com o fermento.
Quando estiver tudo incorporado, adicionas as claras em castelo, com cuidado, e por fim, a pêra, aos cubos pequeninos.


Leva ao forno por 40 minutos, retira e deixa arrefecer.

Polvilha com açúcar e canela...e saboreia...


Enjoy!!!

Ni

Segue-nos no Facebook...

sexta-feira, 6 de abril de 2018

A Minha Paella Tuga

Como é de conhecimento geral, eu adoro viajar e com as viagens, além do conhecimento que adquires por estares numa outra cultura, ganhas uns quilos, sobretudo se a gastronomia for qualquer coisa de apetecível.
No ano 2017 fiz uma das minhas viagens, infelizmente sem grandes fotos para vos mostrar, dado que o meu telemóvel morreu nos dias a seguir, levando com ele todas e quaisquer recordações que nele existissem, a uma cidadezinha aqui da nossa vizinha Espanha: Barcelona.
Ora, em Barcelona descobri que afinal Espanha tem gastronomia e que ela é bastante boa...e durante a semana que lá passei, repeti pelo menos duas vezes o seu tipico prato Paella.

Obviamente, cheguei a casa e num daqueles dias em que a inspiração parecia estar no teu lado, lá agarro nas panelas e faço a minha versão, ligeiramente mais tuguinha e un petit peu lowcost

Ingredientes:
* 4 coxas de frango
* ervilhas q.b.
* 1 chouriça
* 1 cenoura grande
* 1 cebola grande
* 1/2 pimento
* 2 a 3 dentes de alho
* azeite
* 6 a 8 camarões
* limão
* 1 colher de chá de açafrão
* 1 colher de sopa de polpa de tomate
* pimenta e sal q.b.
* cebolinho ou salsa q.b.
* 1 limão
* arroz para paella ou arroz agulha vaporizado (é o que eu uso).

A primeira coisa que fazes é desossar e "despelar" as coxas de frango. No fim, corta em pedaços bem pequenos e reserva.

Segundo, pica a cebola, os alhos e os pimentos. Descasca as cenouras e corta em rodelas.

Agora sim, vamos começar. Numa panela (ou wok) colocas azeite q.b. juntamente com a cebola, alho e pimento picado, acrescentando os pedaços de frango e chouriça às rodelas. Vai mexendo e coloca as cenouras também. 



Temperas com sal, pimenta, açafrão q.b (gosto dela assim para o amarelo), a polpa de tomate (eu adicionei ainda 1 colher de café de pimentão) e se fores amante do picante, podes colocar uma malagueta.

Vais mexendo até criar uma espécie de goma no fundo, adicionando posteriormente a água e as ervilhas e deixas cozer lentamente. 


 Quando tudo estiver praticamente cozido, revês os temperos e acrescentas o arroz. Deixas cozer até a água estar quase a evaporar e acrescentas umas ameijoas (em concha) e colocas os camarões sobre a superfície.  
Cortas o limão em quartos e colocas "enterrado" no arroz. 
Tapas, deixas evaporar por completo a água, polvilhas com cebolinho e salsa picada...

Voilá, bom apetite!





Bom apetite!!

Ni...

quarta-feira, 4 de abril de 2018

Sparkle Cookies

A esta hora devem estar a pensar que abandonei de forma definitiva este Blog. Ora bem, nem por isso! Embora nos últimos meses quer a página, quer o blog tenham ficado em stand by devido aos compromissos profissionais, a Cozinha da Ni continuou a dar asas à minha imaginação, difundido aromas e sabores pelas áreas da casa, do trabalho, da vida.
Assim sendo e estando em dívida para convosco, eis que vou começar por apresentar uma das minhas bolachas favoritas e que foram a minha aventura este Natal (sim, eu sei que já passaram 4 meses desde então). Além de bonitas, são fáceis de fazer, ficam prontas em pouco tempo e podes fazer na companhia de uma criança!

Então, vamos começar?

Ingredientes:

* 8 colheres de sopa de manteiga amolecida
* 1 chávena de açúcar
* 1 ovo
*1/2 colher de chá de extracto de baunilha
* 1/2 colger de chá de sal fino
* 1 chávena e 1/2 de farinha
* 1 colher de chá de corante alimentar

Numa taça, coloca o açúcar e manteiga: bate até ficar claro e fofo. Acrescentas o ovo, o sal e o extracto de baunilha, mexes e por fim a farinha (peneirada). 
Quando estiver consistente, divides em duas metades iguais: uma, mantens como está e na segunda, fazes um burado no centro, colocas o corante alimentar e amassas (usa luvas, para não pintares as mãos).
Envolve cada metade em película e leva ao frio por 30 minutos.
Retiras e polvilhando a base com farinha, com ajuda de um rolo da massa, estica até formar uma base rectangular. 

Sobrepõem os dois rectangulos, enrola gentilmente e leva ao frio por 4 horas.
Retira, com ajuda de uma faca corta em pequenos rolos com 0,5 mm de espessura. Coloca no tabuleiro e leva ao forno pré aquecido a 190º durante 8 a 10 minutos.

Retira e se resistires, não comas!!



Ni is back!!!

Segue-me no Cozinha com a Ni





sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Natal a quanto obrigas: Uma Espécie de Bolo Rei

Todos os anos na época do Natal eu, Ni, deparo-me com o mesmo problema: como comer bolo rei sem que as pessoas olhem para mim de forma estranha?! Passo a explicar.
Detesto, abomino, frutas cristalizadas. Acho que aquilo é tudo menos fruta, sendo que os Bolos Reis estão literalmente inundados desta "espécie". Então, sempre que vou comer uma fatia, literalmente, desfaço o bolo em pequenos pedaços, retiro esta "espécie" de nociva e como apenas as partes com frutos secos.

Então perguntam-se, porque não compras Bolo Rainha que é só de frutos secos?! Porque, além de achar que a massa é diferente, este bolo tem imensas nozes e, infelizmente, este fantástico fruto oleaginoso coloca-me em choque anafilático.

Então, resolução de 2017 na cozinha? Confeccionar uma espécie de Bolo de Rei que se adeqúe a mim.

Como fiz?! Aqui vai...

Para a massa:
* 750 g de farinha Branca de Neve

* 100 g de açúcar
* 120 g de manteiga amolecida
* 40 g fermento de padeiro
* 200 ml de água morna
* 1 pitada de sal
* 4 ovos classe M (ou 3 classe L)
* raspas de 1 laranja (guarda a laranja

Como rechear:
* 400 g de frutos secos: avelãs, amendoas, cajus, amendoins, pinhões (e claro, nozes para quem puder)
* 50 g de arandos secos/ sultadas
* 50 g a 75 g de figos secos
* 5 colheres de sopa de vinho do porto
* laranja laminada
* açúcar de confiteiro

Primeiro, mistura o fermento com a água morna e reserva.

Segundo, pica os frutos secos e "tempera" com o vinho do Porto. Deixa repousar esta mistura enquanto vais "por as mãos na massa".

Numa taça grande, coloca a farinha e faz um buraco no centro. Aqui deitas o açúcar, a raspa de laranja, os ovos, o sal e manteiga amolecida. Com ajuda de uma espátula, misturas e por fim, vertes a mistura com o fermento de padeiro. Vais formar uma espécie de bolo, pegajosa.



Numa bancada, polvilhas com farinha, vertes a massa e prepara-te para amassar até que deixe de ficar pegajosa. Vai polvilhando com farinha para ser mais fácil trabalhar a massa.
Quando a massa deixar de rolar, forma uma bola e com a ajuda de um rolo, estende a massa.
Com a massa estendida, verte a mistura de frutos secos e coloca as sultanas, arandos e figos a gosto sobre a massa. Fecha a massa e volta a amassar para distribuires os frutos pela massa.



Por fim, forma novamente uma bola, coloca numa taça, cobre com um pano seco e deixa repousar durante, minimo aceitável, 4 horas (ela vai duplicar de tamanho).

Por fim, está na hora de retirares, amassares, mais um pouco e fazer um buraco no meio. Decoras com frutos secos, como figos, e eu coloquei laranja aos gomos, sem casca. Pincela com ovo e voilá, segue para o forno.

Forno pré aquecido a 180º durante 40 minutos e...delicia-te com o resultado final!


Nhamiiii!!!

Ni...

Back to the kitchen: Lombo Recheado

Olá olá!!! Muito zangados desse lado?? Desde já, peço as minhas mais sinceras desculpas, mas além de serem meses de intenso trabalho, a verdade é que o meu instrumento de trabalho deste blog, entenda-se telemóvel, sofreu um acidente fatal e morreu afogado, deixando inúmeras fotos sem recuperação possível e nas quais se encontravam as últimas tentações experimentadas e inventadas em casa.

Contudo, apesar de ausente em termos de escrita, a página no Facebook e o Instragram tem vindo a ser inundado com fotografias do mais maravilhosos pitéus que têm vindo a ser confeccionados lá por casa. Começando pelas sobremesas, que se têm apresentado como a minha maior predição, continuando para os pratos principais em a palavra de ordem é experimentar, a verdade é que cozinhar continua a ser aquilo que me dá um prazer imenso e me transporta para um mundo no qual eu sou "Rainha".

Regressando em "grande" a este blog, a primeira receita do return será o meu lombo de porco recheado, com molho de citrinos, que fica aquela verdadeira delicia, depois, acho que me vou perder nos próximos dias nas receitas desta época natalícia, que já começaram com uma aletria e vão passar este fim de semana para a confecção de umas bolachas e, quiça, bombons!!!

Então, preparados?!
Aqui fica a receita de lombo recheado, uma boa aposta para o segundo prato do dia de Natal

Para 4 pessoas:
* 1,5 kg de lombo de porco, sem osso, pouca gordura
* 200 g de esparregado
* 200 g de bacon
* 4 cogumelos shitake
* 1 cebola pequena
* azeite q.b.
* 1 laranja: raspa + sumo
* 1 colher de sopa açúcar amarelo
* 4 dentes de alho
* 2 colheres de chá de cominhos
* 2 colheres de chá de cebolinho
* 2 colheres de chá de oregãos
*1 colher de chá de coentros
* sal & pimenta q.b.

Começa por cortar a carne (ou pedes no talho para abrir para rechear) como se fosse um pão, de forma a ficar como um filet que te permite rechear e enrolar.
Tempera com sal e pimenta a gosto e reserva.

Numa wok, aquece 1 colher de azeite com a cebola picada, acrescentando o bacon e os cogumelos shitake em cubos pequenos. Deixa refogar e quando prontos, reserva.

Raspa a casca de uma laranja e espreme o sumo. Verte tudo numa taça, à qual acrescentas entre 4 a 6 colheres de azeite, 1 colher de sopa de açúcar amarelo, os 4 dentes de alho finamente picados, juntamente com os cominhos, cebolinho, oregãos e coentros. Mistura bem e reserva.



Já com o lombo pronto, barra com o esparregado a parte interior, colocando depois um pouco da mistura de cogumelos e bacon. Depois, com cuidado, enrolas devagar e prendes a extremidade com um palito (para ser mais fácil rechear e cozinhar, podes cortar o lombo na horizontal pedaços do tamanho de uma mão).

Barra o fundo de um tabuleiro azeite, dispõe o lombo já recheado e pincela com o molho. O restante, verte sobre a carne e leva ao forno, pré aquecido a 200 º durante 1h 30 minutos.

De vez em quando, abre, com ajuda de uma colher molha a carne e volta a fechar.

Para acompanhar (e aproveitares o uso do forno), faz umas batatas com alho e cebolinho: lava bem, sem retirar a casca corta em quatro gomos. Limpa bem a água e tempera com sal, alho em pó e cebolinho. Rega com azeite (pouco) e envolve tudo com ajuda de um "salazar". Coloca no tabuleiro mais baixo e acompanha com o assar do lombo.

Quando estiver dourado, retira, fatia com cuidado, dispõe num prato e rega com um pouco de molho.



Acompanha com as batatas e salada!!!

Bom apetite!!!

Ni